Nous vous avons envoyé un message électronique.

Nous sommes désolés mais nous n'avons pas pu vous envoyer le lien sur votre courriel. Veuillez vérifier votre adresse électronique.

Missing captcha code. Please check whether your browser is not blocking reCAPTCHA.

Invalid captcha code. Please try again.

Aide contextuelle

GEO5

Tree
Settings
Produit:
Program:
Langue:

Análise de Muros (Estruturas de Suporte)

A Análise de acordo com EN 1997 apresenta vários fatores parciais para a abordagem de projeto (AP) selecionada.

O dimensionamento de uma estrutura de acordo com o EN 1997-1 baseia-se na análise dos estados limite.

Redução de cargas (AP1, AP2, AP3):

Todas as abordagens de projeto consideram fatores parciais de redução de cargas. Estes são utilizados para multiplicar todas as forças introduzidas na análise. Para a verificação de modos individuais de fracasso, o programa determina se a força ou pressão atuam de forma favorável ou desfavorável. Dependendo da influência destas ações, elas são multiplicadas pelo fator parcial correspondente. A informação relativa aos fatores parciais aplicados é armazenada no relatório da análise.

Relatório da análise

A janela da análise permite definir "Ações variáveis secundárias" - os fatores parciais correspondentes são multiplicados pela combinação de coeficientes do carregamento.

Ao analisar estruturas de suporte, as condições da água e a consequente determinação do fator parcial para a ação da água são extremamente importantes.

Redução de material (AP1, AP3):

Os parâmetros do solo são automaticamente reduzidos pelos fatores parciais correspondentes.

Redução de resistência (AP2):

O valor das forças resistentes, momentos e capacidade de suporte são reduzidos.

Ao realizar a análise de acordo com a abordagem de projeto 1, todas as verificações são executadas duas vezes, para ambas as combinações de cargas. Para um dado estado limite, a tensão máxima de dimensionamento é visível na Área de trabalho.

Essayez GEO5 gratuitement sans limitation des calculs.